15/05/2018

Animais invasores em Brasília

ICMBbio se arma contra espécie invasora

Servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) – autarquia ligada ao Ministério do Meio Ambiente – protestaram, no começo da semana, contra a possível nomeação de Moacir Bicalho, vice-presidente do PROS, à presidência da instituição. Desde que criado, em 2007, o ICMBio nunca teve um político no comando (o que o transformou, em pouco tempo, numa instituição respeitada internacionalmente). Isso mudou com a edição de um decreto recente, assinado por Michel Temer, que converte multas ambientais em projetos de compensação, como reflorestamento (o valor a ser perdoado passa de R$ 4 bilhões). A indicação de Bicalho é atribuída a Carlos Marun, Ministro-Chefe da Secretaria de Governo, um dos principais aliados de Eduardo Cunha.

Quer saber mais?
Leia matéria do Eco

Quer escrever ao ministro do Meio Ambiente?
edson.duarte@mma.gov.br

Mães de maio: Doze anos sem resposta

Em maio de 2006, 505 famílias tiveram seus filhos brutalmente assassinados, em São Paulo, durante uma guerra entre agentes de segurança pública, grupos de extermínio e o Primeiro Comando da Capital (as mortes ocorreram em reação ao assassinato de 59 agentes de segurança pelo PCC em presídios do estado). Das vítimas, 96% eram do sexo masculino; apenas 6% possuíam algum antecedente criminal. Doze anos depois, ainda não se sabe quem mandou matar essas 505 pessoas. A Procuradoria-Geral do Estado ainda não respondeu a um pedido de federalização dos casos.

Quer cobrar a apuração dos fatos?
Escreva para o Ministério Público de SP

Violência e manifestações

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara promove amanhã uma audiência pública para debater a aplicação do princípio de não-violência durante manifestações e eventos públicos. Será discutido um projeto de lei do deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que proíbe o uso de armas de fogo, balas de borracha, eletrochoque, gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral em manifestações. O debate é fundamental, já que tramitam projetos paralelos, no Congresso, que buscam enquadrar protestos como atos de terrorismo.

Quer saber mais?
Confira a notícia no site da Câmara dos Deputados

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, através de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais. Será publicada entre março e agosto de 2018.