21/05/2018

Legado da ditadura militar

Desaparecidos políticos; do Oiapoque ao Chuí

Termina hoje o prazo dado pelo Ministério Público Federal para que o governo do Amapá se manifeste a respeito de desaparecidos políticos na região. O MPF acionou o governo após a Comissão Estadual da Verdade relatar que ossadas de vítimas da Guerrilha do Araguaia – movimento de resistência ao regime militar do final da década de 60 – podem estar enterradas em Oiapoque (a cidade fica a 600 quilômetros da capital, Macapá). Por coincidência, também hoje, o Ministério dos Direitos Humanos realiza uma vistoria no Parque Nacional do Iguaçu, em busca de ossadas de cinco pessoas desaparecidas durante a presidência do general Ernesto Geisel, em 1974 (o assunto voltou à tona depois da descoberta recente de um memorando da CIA que mostrava Geisel autorizando execuções de opositores).

Quer saber mais?
Acesse a página da Comissão Nacional da Verdade

Tristes trópicos

O Grupo Gay da Bahia, que há 38 anos monitora crimes relacionados à homofobia, divulgou dados que apontam 2017 como o ano em que mais ocorreram mortes de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais no Brasil. Foram 445 vítimas, ou uma morte a cada 19 horas – aumento de 30% em relação ao ano anterior. A região Norte tem a maior média de crimes por habitante, ainda que São Paulo registre o maior número de ocorrências.

Quer saber mais?
Saiba como denunciar crimes de homofobia

A nova flechada de Flexa Ribeiro

A Câmara dos Deputados pode votar nesta semana um projeto de lei que facilita a criação de novos municípios. No passado, o Congresso já aprovou outros dois projetos de lei similares – que acabaram sendo vetados pela ex-presidente Dilma Rousseff sob a alegação de que poderiam onerar os cofres públicos. Nada que impedisse o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) de tentar mais uma vez. O texto propõe que os plebiscitos realizados no passado para a criação de novos municípios serão validados para dar prosseguimento aos casos pendentes. O Brasil tem hoje 5570 municípios. Caso o projeto seja aprovado, o número pode saltar para 6 mil.

Quer saber mais?
Leia a notícia da Agência Câmara

Quer opinar?
Vote no site da Câmara

Quer escrever para o autor do projeto?
flexa.ribeiro@senador.leg.br

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais. Funcionou entre março e agosto de 2018. Voltará em novembro.