21/11/2018

Fiscal no jornal

Jornalista: atento!

O jornal britânico Financial Times criou um bot – nome do software que dá respostas automatizadas – para monitorar o trabalho dos seus jornalistas. O robô avalia o texto enquanto ele está sendo escrito – e avisa ao profissional caso ele esteja citando homens demais. A intenção é fazer com que os artigos tenham mais equilíbrio no sexo dos entrevistados (um levantamento interno, nos textos do próprio jornal, indicou que apenas 21% dos entrevistados eram mulheres). No Brasil, a ONG Think Olga tem o projeto Entreviste uma mulher, um banco de dados de especialistas do sexo feminino que é aberto para jornalistas.

Quer saber mais?

Segundo o IBGE, as mulheres estudam mais, trabalham mais, mas mesmo assim ganham menos que os homens

Manual dos direitos indígenas

Está disponível para download o Manual para defender os direitos dos povos indígenas e tradicionais, elaborado por uma força tarefa de ONGs, institutos e fundações que trabalham com o tema. O documento tem mais de 90 páginas, e oferece informações e ferramentas concretas para contribuir com a defesa dos direitos dos povos indígenas – algo importante em tempos que esses direitos parecem correr novos riscos no Executivo e na Câmara, onde tramita o PL 490/2007, que pode dificultar a demarcação de terras indígenas.

Quer saber mais?

Atualmente há 33 propostas no Congresso que ameaçam direitos indígenas

Quer se manifestar?

Escreva para o relator da PL 490/2007, deputado Jerônimo Goergen

dep.jeronimogoergen@camara.leg.br

Bolsa Marielle

O Programa de Estudos Latino-Americanos da Universidade Jonhs Hopkins, que fica na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, criou uma bolsa de estudos com o nome da vereadora Marielle Franco. Segundo a economista brasileira Monica de Bolle, diretora do programa, a bolsa vai dar US$ 25 mil por ano para um aluno de mestrado que estude temas relacionados à história de Marielle, como justiça social, equidade, violência urbana e representação política na América Latina. Já são 252 dias do assassinato, e o caso segue sem solução.

Quer se disputar a bolsa?

Acesse a página da Johns Hopkins

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais. Funcionou entre março e agosto de 2018. Voltará em novembro.