09/05/2018

Já tentou acessar os dados públicos da sua cidade?

Abertura lenta e gradual nos dados públicos

Dados abertos do serviço público são aqueles que dizem respeito a decisões políticas, gastos, nomeações, leis, estatísticas ou atividades legislativas que qualquer pessoa pode acessar. Em tese, quase toda decisão pública deveria ser aberta – mas uma pesquisa feita em oito cidades brasileiras (entre elas Rio, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte) mostrou que apenas 24% dos dados estavam acessíveis. O estudo foi realizado pela Fundação Getúlio Vargas em parceria com a Open Knowledge Brasil.

Quer saber mais?
Leia o relatório completo

Ou conheça o portal de dados abertos do governo brasileiro
http://dados.gov.br/

Ódio virtual em debate na Câmara

Na última década, mais de 80 mil páginas da internet foram denunciadas e retiradas do ar, no Brasil, por incitarem o ódio e a violência. Com essa pauta em mente, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara promove uma audiência pública interativa hoje, às 14h, para debater discriminação, ódio e intolerância na rede – tema que se torna mais urgente neste ano de eleição presidencial.

Quer saber mais?
Confira a notícia da Agência Câmara

Ou conheça o trabalho da SaferNet, que recebe denúncias de crimes na internet
http://new.safernet.org.br/

Avanço na apuração do assassinato

Surge o primeiro relato consistente na investigação sobre o assassinato de Marielle e de seu motorista, Anderson Gomes, ocorrido oito semanas atrás. O repórter Antônio Werneck, do jornal O Globo, revelou ontem que as suspeitas recaem sobre um ex-policial militar preso em Bangu e um vereador, Marcello Sicilliano (PHS) – que foi indicado ao Nobel da Paz em 2010. Resta saber como essa notícia vai ser recebida pelo deputado estadual Paulo Ramos (PDT-RJ), recentemente expulso do PSOL. Duas semanas atrás, Ramos fez um discurso de seis minutos, na Alerj, acusando seu antigo partido – e principalmente o deputado Marcelo Freixo – de fazer “um espetáculo com a morte da Marielle”.

Quer saber mais?
Veja resposta do vereador Marcello Sicilliano

Quer falar com o Conselho de Ética da Alerj sobre as acusações do deputado Paulo Ramos?
Escreva para o presidente do Conselho, André Lazaroni
andrelazaroni@alerj.rj.gov.br

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais. Funcionou entre março e agosto de 2018. Voltará em novembro.