05/07/2018

Uma erva medicinal não pode te prejudicar

Avanço civilizatório

O presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa da Silva Júnior, anunciou que pretende abrir uma consulta pública, em breve, para que a sociedade civil opine a respeito do cultivo de maconha para uso medicinal. O Senado tem um projeto de lei, apresentado por Sugestão Legislativa, que descriminaliza o uso da cannabis para esses fins. A relatora é a senadora Marta Suplicy (MDB-SP). Vale lembrar que a descriminalização da maconha tem avançado a olhos vistos. Além do Uruguai e de certos estados americanos, o Canadá acaba de legalizar o uso para fins recreativos e medicinais. “É fácil demais para nossas crianças conseguirem maconha – e para criminosos lucrarem em cima. Hoje, mudamos isso”, disse o primeiro ministro canadense, no mês passado.

Quer saber mais?
Leia reportagem do Nexo sobre os efeitos da legalização da maconha no Canadá

Quer opinar sobre esse projeto?
Você pode votar pelo portal e-cidadania

Imóveis e ociosos

Dados do Ministério do Planejamento mostram que 10.304 imóveis da União se encontram desocupados. E o número pode ser maior, já que a Agência Pública apurou que outras 16 mil propriedades do governo federal não possuem informação quanto ao status de ocupação. Pior para o país, já que o déficit habitacional de 7,7 milhões de pessoas poderia ser atenuado caso parte destes imóveis fosse utilizado para moradia.

Quer saber mais?
Leia matéria da Folha sobre o déficit habitacional brasileiro

Herzog vive

Em decisão inédita, o tribunal da Corte Interamericana de Direitos Humanos condenou o Estado brasileiro a reabrir a investigação do assassinato do jornalista Vladimir Herzog – encontrado morto, nas dependências do DOI-CODI, em outubro de 1975. Então diretor da TV Cultura, Herzog havia se apresentado espontaneamente aos militares para depor sobre uma suposta ligação com o Partido Comunista Brasileiro. Foi encontrado enforcado com um cinto, dentro da cela – o que os militares tentaram classificar como suicídio. Na prática, a sentença da Corte Interamericana pode forçar o Supremo a reavaliar a Lei da Anistia que concedeu perdão aos policiais e militares acusados de praticar atos de tortura durante o regime militar. Caso não cumpra a determinação, o Brasil pode ser multado, ou suspenso da Organização dos Estados Americanos.

Quer saber mais?
Entenda o Caso Herzog

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, através de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais. Será publicada entre março e agosto de 2018.