02/05/2018

TJ ainda não soltou rapaz preso injustamente no Rio de Janeiro

Rapaz confundido com bandido está preso há uma semana

Na semana passada, Leandro Luiz do Livramento foi a um posto do Detran, na Baixada Fluminense, para tirar a segunda via de sua carteira de identidade. Saiu de lá preso provisoriamente, confundido com um traficante já falecido – que teria usado seu CPF para comprar uma linha de telefone celular. Livramento tem 32 anos, faz duas faculdades, e trabalha há 13 anos numa loja de departamento. Um primo disse ao G1 que ele está sendo bem tratado pelos companheiros de cela : “Sabem que não é bandido.” O mesmo não se pode dizer do Tribunal de Justiça de São João de Meriti. Até o fechamento desta edição, o pedido de soltura não havia sido apreciado.

Quer protestar?
Escreva para o Tribunal de Justiça do Estado solicitando a liberdade do jovem

Você também pode escrever diretamente para a vara criminal onde o caso está sendo julgado
sjm02vcri@tjrj.jus.br

Alerj vota projetos de Marielle

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro promove hoje uma sessão extraordinária para votar sete projetos de lei da vereadora Marielle Franco, executada, junto com seu motorista Anderson Gomes, sete semanas atrás. Dois dos projetos criam datas comemorativas para combater o racismo e a homofobia. Há ainda um que busca combater o assédio sexual e outro que prevê a criação de creches noturnas. Há receio de que a Câmara não tenha quórum suficiente para a votação. Em função disso, a equipe de Marielle Franco criou um abaixo assinado para pressionar os vereadores.

Quer saber mais?
Conheça os projetos de lei de autoria de Marielle Franco

Temer entre a pistola e a caneta

O Brasil é o terceiro maior exportador de armas pequenas – categoria que inclui revólver, pistola, metralhadora e fuzil – , mas o 39º colocado no que tange à transparência desse tipo de comércio. Em 2013, o país chegou a assinar um tratado para regular os rumos do mercado internacional de armas (um dos objetivos é impedir a venda de armas a países que cometem crimes contra a humanidade ou que possam repassá-las a grupos terroristas). Mas o tratado só foi aprovado recentemente pelo Congresso. Segue agora para a assinatura de um decreto por Michel Temer (caso o faça até 22 de maio, o país poderá participar ativamente da próxima conferência internacional sobre comércio de armas).

Quer saber mais?
Leia reportagem do El País Brasil

Você também pode escrever para o presidente

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, através de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais. Será publicada entre março e agosto de 2018.