20/06/2018

PL do veneno: Round 7

Davi e Golias

Será a sétima tentativa de aprovar o PL do Veneno em três meses. A sexta ocorreu ontem – e foi mais uma vez abortada devido à pressão da sociedade civil e às manobras regimentais dos poucos deputados que se opõem ao projeto que visa facilitar o registro de novos agrotóxicos. A batalha é hercúlea: dos 27 integrantes titulares da comissão especial que analisa o PL, 20 participam também da Frente Parlamentar Mista da Agropecuária. A ONU, o Ibama, o Greenpeace e uma penca de outras ONGs e institutos ligados ao meio ambiente já se manifestaram contra o PL. Se aprovado, ele segue para votação no plenário da Câmara.

Quer saber mais?
Leia a notícia na Agência Câmara

Quer assinar uma petição contra o projeto?
Acesse aqui

Quer falar com a presidente da comissão?
dep.terezacristina@camara.leg.br

Quer fazer pressão nas redes sociais?
O site 342amazonia.org disponibiliza vários memes contra o PL

Samba de Orly

A Agência da ONU para Refugiados, ACNUR, divulgou ontem seu relatório anual sobre a situação de exilados. Foram 68,5 milhões de pessoas deslocadas de seus países em 2017 – quinto ano consecutivo de aumento na taxa. O Brasil faz parte dessa conta: desde o ano passado, o país enfrenta o desafio da acolhida humanitária aos venezuelanos, que entram no país pelo estado de Roraima.

Quer saber mais?
Leia a notícia do ACNUR

Fist-Fux

Em março, o Supremo Tribunal Federal deveria ter julgado um processo sobre a concessão de auxílio-moradia a magistrados. Às vésperas do julgamento, o ministro Luiz Fux, relator do caso, acatou pedido da Associação dos Magistrados Brasileiros para que o tema fosse tratado em âmbito administrativo, sob responsabilidade da Advocacia-Geral da União. Passados três meses, a AGU informou ao Supremo, ontem, que não obteve sucesso na negociação. Vale lembrar que foi o mesmo Fux que estendeu, em 2014, o benefício do auxílio-moradia à toda magistratura. Resta saber quando a votação retornará para julgamento em plenário…

Quer saber mais?
Leia a notícia no site do Jota

Quer escrever para o relator?
gabineteluizfux@stf.jus.br

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais. Funcionou entre março e agosto de 2018. Voltará em novembro.